CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 22 – Combate Mortal

Dual Cultivation (DC)

Capítulo 22 – Combate Mortal

Tradução: Blue Sparky | Revisão: Alluna Idle

Dentro do Pagode Ereção Matinal, onde muitos da administração da seita estavam cuidando das coisas, Su Yang, e um grupo de discípulos do Pátio Externo, permaneceram na frente de um homem, que era conhecido como Ancião Zhou, um dos muitos anciãos dentro do Pátio Externo que cuidavam das disputas entre discípulos. Blue: Morning Wood é uma gíria para Ereção Matinal...

“... Deixe-me ver se entendi direito... Você, discípulo do Pátio Externo Su Yang, gostaria de ter um combate mortal com o discípulo do Pátio Externo Dai Zheng? Segundo a checagem que fiz da última vez, você é um mero terceiro nível do Reino Espiritual Elementar, e concordou em lutar com alguém no quinto nível do Reino Espiritual Elementar? Você é estupido ou está louco?” Ancião Zhou olhou para Su Yang com uma expressão estranha e duvidosa.

Neste mundo, a menos que alguém seja um gênio do cultivo ou aconteça de ter uma arma poderosa, eles nunca seriam capazes de derrotar outro com uma base de cultivo maior, muito menos dois níveis inteiros! E aos olhos do Ancião Zhou, Su Yang era um mero discípulo do Pátio Externo com algum talento em suas técnicas de mão, definitivamente não um gênio do cultivo.

“Você não é um gênio nem deve ter uma arma poderosa o bastante para suprimir alguém dois níveis acima de você, mas você ainda ousa lutar contra ele? Você está cortejando a morte?”

“Ancião Zhou! Essa é sua escolha, não minha! Eu não forcei ele a lutar comigo; foi algo que ele aceitou com um sorriso no rosto!” Dai Zheng, quem tinha dado o maior lance na licitação, e aquele que lutará contra Su Yang primeiro, estava preocupado que seu oponente pudesse acovardar-se de lutar contra ele neste ritmo.

Su Yang permaneceu calmo apesar das palavras ásperas do Ancião Zhou, e ele disse com um sorriso: “Ancião Zhou está certo, eu não sou um gênio do cultivo nem tenho uma arma poderosa. No entanto, como um homem, você se retiraria da luta com seu orgulho na linha apenas porque você está enfrentando alguém mais forte que si?”

Suas palavras fizeram o Ancião Zhou levantar suas sobrancelhas e para a surpresa de todos, ele respondeu: “Não, eu não iria.”

“Certo? Então me permita lutar contra ele.”

Ancião Zhou ficou em silêncio para ponderar por um momento, e ele disse alguns segundos depois: “Esse é um combate mortal com sua vida em risco, não alguma luta onde você pode sair com apenas ferimentos pequenos. Uma vez que você pisar naquele palco, nenhum de vocês é permitido sair até que apenas um permaneça neste mundo.”

Sem precisar pensar, Su Yang assentiu: “Enquanto estamos aqui, podemos também planejar um combate mortal com todos aqui contra mim.” Ele disse despreocupadamente, atordoando todo mundo lá.

“O que você acabou de dizer? Você quer ter um combate mortal com todos aqui?” Ancião Zhou olhou para as dezenas de discípulos do Pátio Externo com uma expressão atordoada.

“É por isso que eles seguiram, certo?” Su Yang olhou para a multidão atordoada com um sorriso.

“Su Yang! Que arrogante você pensar que terá a chance de lutar contra outra pessoa antes de nosso combate mortal começar! Você está dizendo que você está absolutamente confiante na sua vitória?!” Dai Zheng explodiu de raiva depois de ouvir as palavras de Su Yang, sentindo que seu rosto tinha sido pisado pelo jovem sem misericórdia.

Su Yang olhou para seu rosto vermelho que estava pulsando com veias e disse com um olhar surpreso: “Porque mais eu lutaria contra você? Para morrer? Você é estupido?”

“SU YANG!” Dai Zheng exclamou prolongadamente.

Dai Zheng encheu-se de raiva, e estava há poucos segundos de acertar Su Yang, no entanto, uma tosse forçada do Ancião Zhou fez Dai Zheng instantaneamente reter seus passos. “Onde você pensa que está, discípulo Dai Zheng?” O olhar estreito do Ancião Zhou congelou Dai Zheng, que aparentemente estava paralisado pelo olhar perigoso a ele direcionado.

“Es-Este discípulo pede desculpas ao Ancião Zhou por ultrapassar seus limites.” Dai Zheng rapidamente se desculpou com uma profunda reverência.

Ancião Zhou suspirou e disse: “Como os dois querem tanto lutar, eu devo aceitar seu desejo e pessoalmente dirigir este combate mortal.”

Dai Zheng mostrou um sorriso radiante e se curvou novamente: “Obrigado, Ancião Zhou, por dar a este discípulo uma chance de retribuir suas dívidas!”

Su Yang bufou friamente para como Dai Zheng pôs toda sua fé na vitória certa. Ele originalmente não planejava sujar suas mãos com sangue tão cedo depois da sua reencarnação, especialmente quando ele ainda não havia obtido a Flor Puro Yang. No entanto, Su Yang sabia muito bem que se ele ignorasse essas pessoas hoje, então eles com certeza iriam incomodá-lo novamente no futuro, daí o porquê dele decidir limpar o lixo mais cedo, para que não tivesse que se preocupar com isso mais tarde.

“Quando você quer que esse combate mortal aconteça?” Ancião Zhou perguntou.

“O mais cedo possível!” Dai Zheng disse enquanto ele olhava para Su Yang com um olhar ameaçador.

“Então que tal agora? Acontece que estou livre até agora.”

“Esse discípulo alegremente aprecia isso!”

“Discípulo Su Yang?” Ancião Zhou olhou para ele para confirmação.

Su Yang assentiu e disse: “Eu não tenho problemas em fazer isso agora.”

“Muito bem, então deixe-nos ir para o palco...”

Ancião Zhou começou a caminhar primeiro e liderou o caminho.

....

“Hey olhe! É um combate mortal oficial!”

“O quê? Quem está lutando?”

Os discípulos que estavam em volta da arena rapidamente se aproximaram do palco quando notaram Su Yang e Dai Zheng subindo os degraus.

“Ancião Zhou está supervisionando esse combate mortal, então é realmente oficial!”

“Aquele é o Dai Zheng! Contra quem ele vai lutar... Aquele é o Su Yang?!”

“Su Yang está tendo outro combate mortal apenas uma semana depois do último!"

Os discípulos estavam claramente excitados para testemunhar essa luta, especialmente depois de ouvir os rumores de Su Yang derrotando Yan Ming, que estava no sexto nível do Reino Espiritual Elementar.

“Vocês dois estão prontos?” Ancião Zhou perguntou para os dois no palco.

“Pronto!” Dai Zheng segurou com força a espada em seu aperto, seu padrão de respiração mudou.

Su Yang brincou com a espada de aço em suas mãos; era uma arma emprestada apenas para esta luta: “Antes de começarmos, eu gostaria de te contar uma história... uma história de amor entre uma general renomada e um cultivador desonesto.” Ele disse de uma maneira inexpressiva, estarrecendo todo mundo ali.

Uma história de amor entre uma general e um cultivador desonesto? O que diabos estava acontecendo? Desde quando esse combate mortal se tornou um lugar para contar história?

“O que diabos você está falando?! Rápido e lute contra mim!” Dai Zheng disse com um tom irritado e impaciente, seus dentes rangendo apenas para ver o sangue de Su Yang.

Entretanto, Su Yang ignorou ele e continuou falando com uma expressão calma no rosto: “Durante a Era Caótica, quando guerras eram consideradas uma visão comum, lá existia uma mulher incomparavelmente linda, que aconteceu de ser uma general em algum exército poderoso. Sua beleza era dita ser devastadora o bastante para destruir continentes e seu talento com a espada inigualável...”

Por Blue Sparky | 30/11/20 às 00:13 | Artes Marciais, Harém, Adulto, Cultivo, +18